sexta-feira, 23 de dezembro de 2011

Frases

Me amem menos e me desejem mais.

Eu não brigo com ninguém, são os outros que brigam comigo...
Eu apenas me divirto.

Wilian Jañez


quarta-feira, 21 de dezembro de 2011

O Prazer é Silencioso

Ao contrário da ideia assente
A palavra não é criadora de um mundo;
O homem fala como o cão ladra
Para exprimir raiva, ou medo.

O prazer é silencioso,
Tal como o é o estado de felicidade.

Michel Houellebecq, em "A Possibilidade de uma Ilha"

sexta-feira, 16 de dezembro de 2011

Como dizia o Poeta

Quem já passou por essa vida e não viveu,
Pode ser mais mas sabe menos do que eu.
Porque a vida só se dá pra quem se deu,
Pra quem amou, pra quem chorou, pra quem sofreu.

Quem nunca curtiu uma paixão
Nunca vai ter nada, não.

Não há mal pior do que a descrença,
Mesmo o amor que não compensa
É melhor que a solidão.

Abre os teus braços, meu irmão, deixa cair.
Pra que somar se a gente pode dividir.
Eu francamente já não quero nem saber
De quem não vai porque tem medo de sofrer.

Ai de quem não rasga o coração,
Esse não vai ter perdão.
Quem nunca curtiu uma paixão,
Nunca vai ter nada, não.

Toquinho

terça-feira, 13 de dezembro de 2011

A Menina Dos Meus Olhos

A menina dos meus olhos tem no rosto uma romã
E um sorriso que deságua no meu céu toda manhã
Tem o fogo das serpentes e a pureza do cristal
e a forma que o desejo só acha no carnaval

A menina dos meus olhos tem a cor de azul não sei
a mistura do que vi e o não acreditei
faz inveza a natureza quando se banha na Lua
Alegra minha vaidade quando me diz "Eu sou tua"

A menina dos meus olhos que eu namoro todo dia
Me redime dos pecados que a lida propicia
de não se o que pareço mas se fosse não seria
Esse tanto pelo avesso que melhor não poderia

Alceu Valença

Os Poetas

Nunca os vistes
Sentados nos cafés que há na cidade,
Um livro aberto sobre a mesa e tristes,
Incógnitos, sem oiro e sem idade?

Com magros dedos, coroando a fronte,
Sugerem o nostálgico sentido
De quem rasgasse um pouco de horizonte
Proibido...

Fingem de reis da Terra e do Oceano
(E filhos são legítimos do vício!)
Tudo o que neles nos pareça humano
É fogo de artifício.

Por vezes, fecham-lhes as portas
— Ódio que a nada se resume —
Voltam, depois, a horas mortas,
Sem um queixume.

E mostram sempre novos laivos
De poesia em seu olhar...

Adolescentes! Afastai-vos
Quando algum deles vos fitar!

Pedro Homem de Mello, em "O Rapaz da Camisola Verde"

segunda-feira, 5 de dezembro de 2011

Doutor



  Em 1983 perguntaram ao Sócrates como ele gostaria de morrer, respondeu Quero morrer em um Domingo e com o Corinthians Campeão, e assim foi.

Corinthians Penta Campeão Brasileiro

Descanse em paz Doutor!