terça-feira, 28 de junho de 2016

Sem rótulos

  Estamos vivendo em um tempo que tudo recebe um rótulo, apenas ser não basta, é preciso ser dessa ou daquela forma, como se isso fosse essencial, imprescindível, necessário ou uma regra. E vivendo nessa busca incessante do que somos ou do que a outra pessoa é, deixamos para trás o que de fato é essencial, imprescindível, necessário e que deveria ser uma regra em nossas vidas.

  A palavra humano é cada vez menos usada, hoje em dia as pessoas são hétero ou homo, direita ou esquerda, machista ou feminista, rica ou pobre, branca ou negra e blá blá blá.

  Precisamos parar de perder tempo buscando coisas sem sentido que não vão nos levar a nada e buscar realçar o que há de melhor em nós mesmo, o outro não deveria nos incomodar tanto já que sabemos que nós mesmos somos cheios de defeitos e problemas.

  Pare de perder tempo qualificando, rotulando, medindo, testando e comece a ser feliz! Abrace mais, ouça mais, tolere mais, ame mais!

  O tempo passa e com ele leva as pessoas, não espere sentir saudade para descobrir que na verdade o que você sentia não era ódio e sim amor.

Nenhum comentário: